A arte de perder (continuação)

No post anterior mencionei a poesia de Bishop e o que esperava que esta viagem à Lisboa me proporcionaria. Após poucos dias na cidade (hoje completam-se 10) percebo que há algo fundamental na minha perda: tenho que aprender a perder a razão. Quero nos próximos meses dar conta de perder o olhar sobre o meu... Continue lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑