Tristes notícias para o cinema

Hoje ao abrir o computador li uma triste notícia: o ator Philip Seymour Hoffman foi encontrado morto. Choque! Como fiquei fora das notícias esse fim de semana, só vi a notícia agora pela manhã e fiquei alguns minutos sem reação.

Eu considerava Philip Hoffman um dos melhores atores americanos de sua geração. Desde “Felicidade” ao “Mestre” suas atuações foram impecáveis e sempre convincentes. Se Philip estava em uma produção, tinha certeza de que o filme era bom, ou de que, pelo menos, veria uma boa atuação. Segundo as notícias sua morte foi causada por overdose de heroína. Triste, mas muitas vezes é assim que os grandes artistas dão conta de enfrentar a vida.

ÍndiceR.I.P Philip Hoffman

PRINCIPAIS FILMES

– “Perfume de Mulher” (1992)
– “Twister” (1996)
– “Boogie Nights: Prazer Sem Limites” (1997)
– “O Grande Lebowski” (1998)
– “Felicidade” (1998)
– “Patch Adams – O Amor é Contagioso” (1998)
– “Ninguém é Perfeito” (1999)
– “Magnólia” (1999)
– “O Talentoso Ripley” (1999)
– “Quase Famosos” (2000)
– “Embriagado de Amor” (2002)
– “Dragão Vermelho” (2002)
– “A Última Noite” (2002)
– “Cold Mountain” (2003)
– “Capote” (2005)
– “Missão Impossível 3″(2006)
– “A Família Savage” (2007)
– “Antes que o Diabo Saiba que Você Está Morto” (2007)
– “Jogos do Poder” (2007)
– “Dúvida” (2008)
– “Mary e Max: Uma Amizade Diferente” (2009)
– “Tudo pelo Poder” (2011)
– “O Homem Que Mudou o Jogo” (2011)
– “O Mestre” (2012)

 

Outro perda para o cinema neste fim de semana foi a do premiadíssimo Eduardo Coutinho, um documentarista brasileiro, que tinha em sua cinematografia os filmes: Cabra marcado para morrer, Edifício Master, Peões e As canções e outros.

Assim como Hoffman, a morte de Coutinho foi trágica. O seu filho de 42 anos é o principal suspeito pelo assassinato.

Eduardo_Coutinho

 

Um triste fim de semana para o cinema.

Anúncios

2 comentários

  1. Mariana · fevereiro 4, 2014

    Philip Seymour Hoffman foi uma perda pra nós, eu não sei nem o que dizer… Acho que é uma boa hora pra ver uns filmes antigos dele e aproveitar o trabalho que ele fez em vida. Eduardo Coutinho foi matéria de escola. Me lembro de ter visto Caba Marcado pra Morrer no cinema.

    Com certeza, como você disse, foram duas mortes trágicas. Realmente triste…

    • fercout · fevereiro 4, 2014

      Ei, Mari,
      eu fiquei muito triste com essas duas notícias. O Hoffman era um dos meus atores preferidos, mesmo que às vezes eu sentisse nojo dos papéis que ele fazia (em Felicidade— não sei se você assistiu). Mas por isso mesmo. Ele era tão bom que te convencia rsrs E o Eduardo Coutinho era um excelente documentarista, fez filmes marcantes da cinematografia brasileira. Um pena.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s